Ficha Técnica:
Título Original: The Berlin-Baghdad Express
Autor: Sean McMeekin
Trad. Maria Silvia Mourão Neto
Globo, 2011. São Paulo. Coleção Histórica.
História, geopolítica, construção de ferrovia, séc. XIX, XX.

download

O Império Otomano e a tentativa da Alemanha de conquistar o poder mundial, 1888-1918.

Um majestoso relato histórico que tenta desvendar o envolvimento do Império Alemão (Kaiser Guilherme II, impulsivo e deslumbrado com o Oriente), com uma política pública orientalista em confronto com Otto von Bismarck (o Chanceler de Ferro, 1815/1898, 83 anos), antiorientalista. A estratégia germânica focada na construção de uma ferrovia, um projeto notável de engenharia. Coloca sob novo prisma a 1ª Guerra Mundial, mostrando que, por pouco, a Alemanha não desarticulou o domínio inglês. A capacidade do passado moldar o futuro, o poder e as intrigas. Alguns ativistas alemães e a figura de Lawrence da Arábia, Thomas Edward Lawrence, 1889/1935, 46 anos, “El Aurens” para os árabes, Tenente do Serviço Secreto inglês, autor de “Os Sete Pilares da Sabedoria” (rever o filme), em muito prejudicou a estratégia alemã, com ações de guerrilha, explosão de trens e estradas de ferro. O autor é PhD em história pela Universidade da Califórnia e leciona em Ancara, e nos USA. Com fontes históricas indicadas, fotos e mapas encartados. Um beleza. Um pouco pesado para quem não gosta da temática. Bom para quem tem noções de engenharia. Fica bem nítida a estratégia das pequenas nações envolvidas na luta travada pelas nações poderosas como a Inglaterra e a Alemanha. Por outro lado, as obras públicas monumentais e as suas consequências políticas, geográficas e sociais. Obras decididas e executadas sem satisfações aos ocupantes das vastas áreas. Interessante refletir que o trajeto continua em operação. Aqui tivemos a Madeira-Mamoré e São Paulo-Rio Grande, fortunas são e foram gastas com nenhum aproveitamento. A obra durou de 1903 a 1940, e é considerada como uma das maiores obras de engenharia ferroviária.

Os textos publicados não refletem necessariamente a opinião da AJUFERGS. O blog é um meio de convergência de ideias e está aberto para receber as mais diversas vertentes. As opiniões contidas neste blog são de exclusiva responsabilidade de seus autores.